sábado, 28 de abril de 2012

Ontem a noite eu não consegui dormir. Fiquei pensando na vida. Pensei em tudo que tenho feito até agora, e no rumo que as coisas tem tomado. Em todas as minhas atitudes, as quais fizeram minha vida chegar a este ponto. Não um ponto ruim, se bem avaliado. Repensei em todos os meus planos para o futuro, e tentei descobrir se realmente valia a pena seguir todos eles ao pé da letra. E, ah, meu caro, saiba que não vale a pena segui-los. Daqui pra frente, caminharei sem planos, sem regras, e sem me importar com as consequências. Exatamente. Fugirei da ideia de “seja livre, na medida dos limites, e pensando no que virá depois”. Acho que as coisas fluem bem melhor quando eu não as planejo. Não pense que estou sendo insana, pelo contrário. E espero que agora, até as pedras no meu caminho, se sintam intimidadas.

Nenhum comentário: